LISBOA VENDE-SE

12:13 da tarde


Há muitos anos vi um sketch num jornal, que dizia Algarve vende-se. Impressionou-me de tal maneira, que ainda hoje me lembro dele. Sem ser a zona litoral e a zona mais ao pé de Espanha, em alguns anos, conseguiram estragar completamente o Algarve, com uma construção desenfreada, tendo em vista apenas o lucro. Infelizmente são situações que tendem a acontecer neste país, que parece disposto a tudo para ganhar algum dinheiro. A falta de sentido cívico de quem pode realmente fazer a diferença, tem prejudicado e muito o bem da nação


Meus senhores, o dinheiro não é tudo. Há uns tempos, vinha a subir a Rua do Alecrim para o Chiado, e entrei numa loja amorosa, a do nº95, que conheço bem e gosto muito, a Fábrica de Azulejos Sant'Anna, que é uma loja histórica, com 99 anos de vida, e que faz as delícias de todos os que lá entram. Nesse dia, estava cheia de clientes, como de costume, e achei muito interessante o que lá se passou. Um japonês, tentava explicar num inglês macarrónico ao senhor Carlos Amaro, responsável pelo departamento comercial, com 25 anos de casa, que tinha visto um artigo sobre a loja numa revista no Japão, e que tinha lá ido de propósito. Lembro-me de ter pensado, que tinha presenciado um momento maravilhoso. Uma arte que suscita a viagem e a deslocação desta pessoa de tão longe

Esta, é a última grande Fábrica de Azulejos e Faianças Artesanais da Europa, que teve início em 1741 junto à Basílica da Estrela, como uma olaria de barro vermelho. Em Portugal, foram-se perdendo algumas fábricas ao longo dos tempos, como a Real Fábrica da Bica do Sapato, que tinha faianças absolutamente extraordinárias


O turismo em Lisboa já é muito e continua a aumentar, e para mim faz todo o sentido que hajam vários espaços na zona, que possam proporcionar boas e diferentes escolhas de alojamento a quem nos visita. Mas atenção, se acabarem com as razões que motivam as visitas, há perigo que Lisboa se torne impessoal e sem raça, para além de perder o seu tão precioso património histórico, que para mim deve ser preservado a todo o custo

Esta loja icónica, está na iminência de ser fechada, porque recebeu uma ação de despejo do seu proprietário, a empresa Visabeira, com o intuito de construir um Hotel nesse prédio. Esta empresa também é detentora da Vista Alegre

Vou deixar algumas sugestões que fazem tanto sentido como esta. Podemos fazer um aldeamento de luxo no Castelo de São Jorge e no Terreiro do Paço, um campo de golfe, se o espaço for pequeno, não faz mal, demolimos para um lado ou para outro. Também ficava muito bem, um parque de campismo, no Jardim Botânico da Faculdade de Ciências de Lisboa, cujo o edifício, o Museu Nacional da História Natural e da Ciência, podia ser transformado num Centro Comercial e Spa, e termino, com um parque subterrâneo por baixo da Rua da Conceição nas Galerias Romanas, afinal de contas o que é que interessa manter um espaço que não tem serventia à 5 mil anos

Junto a minha voz a todas as que se erguem contra o fim desta loja de cerâmica com 300 anos,  a Fábrica de Azulejos Sant'Anna, que faz parte da nossa história, da história de Lisboa, da história de Portugal.





You Might Also Like

0 comentários

Com tecnologia do Blogger.

Get Awesome Stuff
in your inbox